11 de jan de 2009

A Transdisciplinaridade da Vida

Nildo Lage

TransdisciplinaridadeA vida é uma ciência...
É preciso falar a língua dos homens,
a gramática do próximo...
... o idioma dos deuses...
para entender a cultura dos povos,
a origem das coisas,
os valores da vida...
... a lei da coexistência...
dominar a língua universal,
perceptível a todos os corações:
a linguagem do amor.
A vida é uma ciência...
É preciso entender as operações da matemática da vida
para dividir sonhos,
somar vitórias,
multiplicar horizontes
e subtrair problemas...
para uma vida contabilizada,
sem perdas e ganhos exagerados.
A vida é uma ciência...
É preciso conhecer a história do existir,
transitar pelas entrelinhas do nada...
chegar à origem dos fatos...
... à verdade da razão...
para descobrir o porquê da própria existência...
sem se afastar das origens primitivas...
A vida é uma ciência...
É preciso sensibilidade, tato...
conhecer a geografia dos sonhos,
os traços dos devaneios...
... chegar ao ponto de partida do homem...
para desenhar o mapa do viver em paz,
em harmonia com o semelhante...
... consigo mesmo...
para não desviar da rota das realizações
A vida é uma ciência...
É preciso ciências
para distinguir os germes que contaminam a alma,
os vírus que infestam o espírito...
... as bactérias que afetam o ego...
os parasitas que abatem a alma...
para extinguir os males
que atingem a humanidade
e enfraquecem os homens.
A vida é uma ciência...
É preciso química
para prever as reações do coração,
os impulsos primitivos do instinto...
... os desejos ardentes do corpo...
... as ansiedades da alma...
para não ser surpreendido
e arrastado pelas correntezas da inconsciência...
... Mas...
a língua dos homens;
a matemática da vida;
a história do existir;
a geografia dos sonhos;
as ciências para distinguir;
... a química humana...
são simplesmente referências...
caminhos entrelaçados que nem sempre
levam a um lugar seguro...
porque as ciências criam suas teorias...
explicam tudo...
e nem os seus avanços...
que dão vida ao inexistente...
compreendem o espírito...
criam linguagens avançadas,
traçam novas trajetórias,
descobrem novas técnicas...
... novas fórmulas...
têm tanta precisão
... quanto a ciência da vida...
que rege a lei da convivência,
aponta a solução...
mostra a saída...
... indica o caminho...
E, nessa transdisciplinaridade,
conhecer a ciência da vida...
é a regra.
Respeitar o semelhante
é o limite.
Compreender a si mesmo
é o preço cobrado para a felicidade.


Fonte: http://www.construirnoticias.com.br/asp/materia.asp?id=1204

Nenhum comentário: