11 de mar de 2009

Palíndromo Amoroso



Eram estranhos...
Conheceram-se.
Por sete anos viveram juntos.
Separam-se.
Por sete anos ficaram distantes.
Reencontraram-se.
Eram estranhos...

José Antônio Klaes Roig

Um comentário:

José Antonio Klaes Roig disse...

Oi, amigo Robson, estive alguns dias fora... E na volta, mais trabalho e trabalho. hehehehe. Só agora pude ver tua indicação do meu poema no projeto Hoje é dia de poesia. É uma satisfação estar destacado em teu blog, e agradeço muito a indicação. Essa intertextualidade entre vida e arte é um grande filão que os educadores deveriam melhor aproveitar, como fazemos nós e outros mais, que conseguem unir o útil ao agradável. Um grande abraço, amigo.