7 de jan de 2009

Projeto Hoje é Dia de Poesia

Olá Amigos

Hoje estamos lançando aqui no Caldeirão de Idéias um projeto há muito tempo acalentado por mim, que é o Projeto "Hoje é Dia de Poesia". Toda semana estaremos postando um poema para que possamos levar aos nosso alunos um pouco da beleza que só um poema consegue mostrar.

O poema escolhido como lançamento do projeto é o poema "Canção do primeiro do ano", um dos mais belos poemas de Mario Quintana. Tenho alguns livros do Mario quintana que são verdadeiras maravilhas, livros como Poesias, Antologia Poética, Pé de Pilão, Esconderijos do Tempo, Nova Antologia Poética, Velório sem Defunto são provas irrefutáveis do talento inigualável do Mario Quintana.

Sempre achei que muito pouca poesia é trabalhada nas escolas e que somente abrindo esse mundo maravilhoso para nossas crianças e jovens e que teremos um nação verdadeiramente livre e culta. Para ilustrar o que eu falo, termino com o que escreveu Mario Quintana:

"Amigos não consultem os relógios quando um dia me for de vossas vidas... Porque o tempo é uma invenção da morte: não o conhece a vida - a verdadeira - em que basta um momento de poesia para nos dar a eternidade inteira".

Abraços

Equipe NTE Itaperuna

4 comentários:

José Antonio Klaes Roig disse...

Oi, Robson, parabéns pelo novo projeto do Caldeirão de Ideias. E ainda mais, inaugurar esse projeto com o grande Mario Quintana, um d meus poetas preferidos.
Aquela citação do relógio, do tempo, me interessei demais, e gostaria de saber em que livro ela se encontra.
Estou também como novo projeto literário, em parceria com a Elis, chamado R.E.M. - Rápido Movimento do Olhar (http://rapido-olharblogspot.com).
E retomando a dissertação. Um grande abraço, Zé.

José Antonio Klaes Roig disse...

Retificando endereço blog R.E.M. - Rápido Movimento do Olhar
http://rapido-olhar.blogspot.com

Tati Martins disse...

Oi, Robson querido! Escrevi lá no Blogs_Educativos em resposta à sua postagem sobre seu novo projeto. Acho que vc não leu (vou fazer biquinho porque ninguém comentou...). Por isso, transcrevo-a aqui agora.

Sou apaixonada por poesia. Foi por causa dela que criei meu blog. Em 2007, escrevi um livro paradidático para conseguir trabalhar com o 9º. ano as características da composição em versos de forma mais prazerosa. Acho que o efeito tem sido positivo. Ano passado fiz um primeiro trabalho que muitos aqui já conheceram e que foi o que me abriu os olhos para a existência do blogs educativos e de educadores tão fabulosos como os que conheci aqui.
Quando comecei a selecionar os poemas e a escrever sobre o fazer poético, pensava somente na leitura feita por meus alunos, não imaginava que fosse virar um livro. Usei o que fiz durante dois anos como apostilas xerocadas ou impressas por eles, pois disponibilizava no site do colégio. Nesse período, porém, reencontrei uma colega de faculdade com quem fiz a minha especialização em Língua Portuguesa na UERJ e, como sempre tive o costume de partilhar meu material - acho que conhecimento só se multiplica quando há troca, dei a ela e aos outros colegas do curso minha apostila. Mal sabia eu que o marido dela tinha uma pequena editora. Ele gostou do material e resolveu apostar em mim (Coitado! rsrsrs). Só não quis ter gastos com direitos autorais. Eu, com minha garra e , modéstia a parte, simpatia e sorriso, consegui - numa batalha longa, porém, deliciosa - autorização para publicar os poemas de todos os autores vivos e um descontão ou gratuidade também para a primeira tiragem de mil exemplares (para se ter uma ideia, cada poema de Drummond custaria em média (em 2007) R$ 1000,00. Eu não paguei nada! Vinícius de Moraes, 400,00/cada. Paguei o mesmo valor por quatro. Só tive de substituir Manuel Bandeira e Cecília Meireles, pois o sobrinho dessa fantástica poetisa é quem administra a obra deles, mas é uma pessoa arrogante e praticamente inacessível. Quem saiu perdendo foram os leitores!
Nessa correria e batalha, conheci pessoas maravilhosas como os poetas Affonso Romano de Sant’Anna, Henrique Rodrigues, Ronald Claver, Thiago de Mello entre outros. Mantenho contato com alguns até hoje! E tenho umas histórias super legais para contar. Tive o prazer de ter meu livro lido por Ana Maria Machado que me fez um elogio por e-mail inesquecível. Enfim, só saí ganhando com essa loucura que eu não tinha previsto. Meu Deus, me empolguei agora, há muito não falava desse período tão produtivo de minha vida...
Trocando em miúdos: a editora fez uma tiragem pequena (1000 exemplares) Eu e alguns colegas meus de trabalho em outras escolas já adotamos, mas eu não tenho nenhum interesse em ganhar dinheiro com o livro (até porque é uma ninharia quando não se é importante! rsrsrs). Tenho a intenção de disponibilizá-lo na Web, mas ainda não sei como fazer com relação aos direitos autorais. Pensei em não transcrever alguns poemas na íntegra, mas colocar uma indicação para leitura. Não sei. Alguém tem alguma ideia? Adoraria partilhar o material com todos (sinceramente gosto do material), mas tenho poucos exemplares hoje em casa. Presenteei a Miriam, a Leonor, a Jenny e o Sérgio, no período da Caravana de amigo oculto. Vou ainda encontrar a Maria do Carmo, que mora aqui no Rio, para dar-lhe um tb. E acho que você iria gostar de lê-lo também (é um didático leve...).
Enfim, estou colocando-me à disposição para dividir esse material e partilhar minhas experiências.
Se me enviar seu endereço, posto-lhe o livro.
Beijinhos e parabéns pelo projeto!

Marli disse...

Oi Robson, eu também escrevi lá na lista, resposndendo a tua mensagem. Adoro poesia e também o poeta Mario Quintana. Palmas para tua iniciativa. Também tenho um proejeto lá no Varal de Poesia. Abraço!