30 de jul de 2008

Um quinto dos americanos assiste TV pela Internet

Ter, 29 Jul - 16h11

NOVA YORK (Reuters) - Um quinto dos norte-americanos que assiste TV estão deixando de lado seus controles remotos e clicando um mouse em seu lugar para assistir programas no horário nobre, em especial mulheres que trabalham, segundo uma pesquisa.

O estudo mostrou que 50 por cento das pessoas que assistem TV pela Web optam por essa via para ver programas assim que eles se tornam disponíveis e "demonstram estar começando a usar o computador como um substitutio de seus aparelhos de TV", disse a Integrated Media Measurement Inc. (IMMI), que conduziu o estudo.

A outra metade usa a Internet para assistir programas que eles tenham perdido na TV ou para assistir de novo programas e episódios que eles já tenham visto, segundo a IMMI.

"Este é o primeiro estudo que mostra que há uma quantia significativa de pessoas assistindo programas no horário nobre pela Internet e que não estão assistindo parte desses programas pela televisão", disse Amanda Welsh, chefe de pesquisas da IMMI, em um comunicado.

O estudo mostra que o maior grupo de pessoas que assistem TV pela Internet é formada por mulheres brancas, de alto poder aquisitivo, de nível escolar elevado e que trabalham, da faixa etária de 25 a 44 anos.

A IMMI disse que as mulheres estão mais ocupadas com seus empregos e vida pessoal e não têm mais tempo para ficar presas à grade de programação das TVs. Por isso, elas apelam aos episódios online para ver os programas que perderam.

Foram pesquisadas 3 mil pessoas em Nova York, Chicago, Los Angeles, Miami, Houston e Denver para a pesquisa, que tiveram sua navegação na Internt monitorada por um software instalado pela IMMI.

(Reportagem de Michelle Nichols)

Fonte: http://br.tecnologia.yahoo.com/article/29072008/5/

noticias-tecnologia-quinto-dos-americanos-assiste-tv-pela-internet.html

Um comentário:

José Antonio Klaes Roig disse...

Oi, Robson, pois é... A partir das novas tecnologias da informação e da comunicação, assistir TV, e acessar internet será algo meio inetegrado, onde terá um grande filão pra educação a distância... Nosso desafio, enquanto multiplicadores de informática educativa, é mostrar aos colegas esse MRU (movimento retilíneo unifmorme) que é a incorporação das TICs no ambiente escolar.... Não há como querer retroceder a um processo que é irreversível, salvo algo alheio ao profgresso da Humanidade... Desmistificar a máquina, e mostrar que esta funciona a partir de comandos humanos, é nosso desafio constante. Parabéns pelas postagens. Estão cada vez melhores, o que comprova as visitas ao teu blog. T+, Zé.