1 de nov de 2007

Vislumbrando possibilidades, analisando reações, imaginando soluções.

Olá Amigos

O texto abaixo reflete exatamente o que a educação pode fazer de melhor na vida. Imagina a frase do
Mark Twain “Aparentemente, não existe nada que não possa acontecer hoje”, meus amigos professores acreditem tudo pode acontecer hoje, sem você estar preparado, sem você querer.

Eu descobri qual a minha contribuição nas coisas que comigo acontecem. Reclamar é uma condição patológica minha, pois sou inconformado com tudo, pois quero mudar tudo, melhorar, inventar soluções e esse processo de "reclamação" move as pessoas ao meu redor levando todos a dar um pouco mais de si. Educação, consciência e reclamações estão relacionados entre si.

Muito poucas vezes me lamentei acerca de alguma coisa, pois mesmo com a minha impulsividade eu penso bastante e medito sobre o que quero.

Você se pergunta ‘E agora?’. Mas na possibilidade de transformação, está a possibilidade de melhoria, como diz o texto "Feliz daquele que consegue abrir ou fechar portas conscientemente e provar que é mestre de si. Triste daquele a quem só resta lamentar porque não foi educado. A Educação nos revela que reclamar da inexistência de portas é como lamentar. Os óculos mágicos da educação nos fazem, pelo menos, ver portas que nem estavam lá e, se estavam, mais nos pareciam grades."

É preciso viver intensamente para que não precisemos nem reclamar da vida, nem lamentar a vida. Já estou convencido de que é preciso usar a Chave-Mestra da educação não é para abrir somente portas, mas para transformar. Portas existem para proteger o que por detrás delas está contido ou para testar aquele que ousa entrar mas a educação nos permite entender as conseqüências de nossas escolhas.

O que mais me faz gostar da vida é que num só dia ou através de uma vida inteira, todos nós sempre vamos dormir sabendo algo mais do que quando levantamos na manhã do mesmo dia. Todos os dias de nossas vidas acumulam saber. Acumulam saber em nós. Mesmo sem sabermos quem somos. Mesmo sem saber como será o dia.

Imaginar que um dia pode ser a diferença entre não-saber e passar a saber. Um dia, assim como uma porta, pode esconder a sabedoria de uma vida inteira. Ou uma vida inteira pode passar a ter sentido pela sabedoria de um simples dia. Uma simples vida, e um dia inteiro. Só para saber. Portas escondem aquilo que protegem. Portas protegem aquilo que escondem. Portas nos desafiam. E tudo isto está por detrás de uma porta que sequer sabemos, muitas vezes, abrir. Nem todos possuem a chave. E mesmo aqueles que possuem a chave mestra, muitas vezes não sabem como abrir tais portas. Portas que abrimos poderão, um dia em que soubermos mais, serem fechadas. Mas fechadas por nós mesmos. Esta é a diferença: ter consciência de que somos cárcere e carcereiro de nosso próprio saber.

Por detrás daquela porta, talvez esteja a possibilidade de um futuro sem cara de passado. Futuro passado à limpo. Não passado passado à limpo. Afinal, só é possível passar o passado a limpo no futuro. Infinitas possibilidades nos aguardam. Aparentemente, a educação pode acontecer hoje.

Isso é educação vislumbrar possibilidades, analisar reações, imaginar soluções.

Abraços

Equipe NTE Itaperuna

Nenhum comentário: