20 de out de 2007

Uma nova fase da educação brasileira

Olá Amigos

Estou a dias lendo e analisando o programa Um Laptop Por Criança (OLPC), vendo os modelos disponíveis, suas propostas pedagógicas, analisando hardware além de outras considerações tecno-pedagógicas.

Postei dois artigos abaixo que resumem bem o projeto, além deles temos a pagina oficial do projeto OLPC , uma referencia no Wikipedia e um blog com considerações técnicas e pedagógicas sobre o projeto bem legal no Blog do Jaime Balbino .

Para quem não sabe ou ainda não leu o XO (The Children's Machine), anteriormente conhecido pelos codinomes Laptop de 100 dólares e 2B1, é um projeto de inclusão digital desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Consiste em um projeto educacional para a criação de um notebook barato com o objetivo de difundir o conhecimento e novas tecnologias a todas as crianças do mundo.

Iniciativa anunciada por Nicholas Negroponte, presidente de OLPC. Essa é uma tecnologia que promete revolucionar a educação, diponibilizando computadores a um custo de U$100,00, tendo como alvo os países em desenvolvimento, entre eles o Brasil, que já aderiram ao projeto.

Sua fabricação ficará a cargo da empresa taiwanesa Quanta Computers – maior fabricante global de notebooks – e deverá começar no segundo trimestre de 2007.

A revista A Rede desse mês trás uma matéria sobre o projeto e fala sobre a nova fase do PROINFO da criação dos NTE municipais, da capacitação dos professores para tirar o máximo do projeto.

Mas uma pergunta fica martelando a minha "cachola": Será que o próximo presidente irá dar continuidade ao projeto, aprofundando e aperfeiçoando?

Essa duvida é porque todos os projetos de grande porte financeiro e ideológico na educação brasileira, como os CIEPs foram abandonados mesmo depois de "promessas" pela continuidade dadas pelos candidatos vencedores das eleições e mesmo assim eles foram sendo abandonados, sucateados e desfigurados.

Não se pode questionar que a educação pode ser contada antes e depois dos CIEPs, por sua grande inovação pedagógica, pela integração comunidade escola, por seu espaço privilegiado, por sua estrutura e principalmente por sua filosofia de ensino moderna e libertária.

Espero que esse processo não tenha mais volta e que vocês amigos professores assumam a postura de "profissional de educação" que está surgindo neste inicio de século.

E espero sinceramente que o próximo presidente, não importa o partido, continue esse projeto e de que independente de não ter sido ele que começou, mas que tenha sido ele quem realmente consolidou e ampliou o projeto levando realmente um laptop por aluno desse imenso Brasil.

Abraços

Equipe NTE Itaperuna

Nenhum comentário: