3 de out de 2009

Marcadores sociais; como eles funcionam?

Essa semana o Common Craft Show lançou mais um dos seus vídeos falando sobre temas relacionados à Web 2.0 e colaboração online. Dessa vez eles falaram sobre Social Bookmarking, traduzindo para o português seria algo como Marcadores sociais. Como não poderia deixar ser, o vídeo é bem instrutivo e eles conseguem convencer o espectador das vantagens em utilizar a ferramenta, assim como já tinham feito com as Wikis e outras ferramentas de colaboração. Como o vídeo estava no dotSub, sem nenhuma legenda em português, resolvi fazer a legenda ontem a noite antes de dormir, caso alguém encontre algum erro, me perdoe. Talvez tenha sido o sono.

No começo do vídeo eles explicam o que são os marcadores, e como podemos utilizá-los para guardar as informações dos nossos web sites favoritos para depois. Mas depois de certo tempo, a quantidade de web sites cresce muito e ficamos perdidos no meio de vários favoritos. Essa não é uma maneira muito prática de guardar essas informações.

Bem, veja o vídeo:

Além disso, os favoritos armazenados no navegador estão disponíveis apenas em um computador. Caso você não esteja acessando a internet naquele computador, os seus favoritos estão inacessíveis.

Então o conceito de favoritos em web sites é apresentado, devo fazer uma ressalva aqui. Esse tipo de web site está presente já a um bom tempo, lembro que antigamente existia um serviço chamado de mybookmarks.com, mas ele hoje não existe mais. A diferença desse serviço para o que existe hoje são as marcações sociais.

Assim que adicionamos um marcador em sites como o Del.icio.us, podemos atribuir tags ou palavras chave a esses marcadores. Essas tags nos auxiliam a encontrar esses marcadores no futuro. Por exemplo, se você adicionar o colaborativo.org como um marcador, atribuindo as tags colaboração, ensino a distância e web 2.0 a ele. No futuro, quando você quiser localizar web sites relacionados a esse assunto, você só vai precisar clicar sobre nome da tag, para encontra facilmente o marcador.

Para melhorar ainda mais o processo, esses marcadores são públicos! Isso mesmo, qualquer usuário cadastrado, podem fazer uso desses marcadores. Inclusive no vídeo, um exemplo sobre a utilização desse recurso em salas de aula é mostrado. Com isso podemos criar grupos de pesquisa para selecionar a filtrar web sites que falam sobre assuntos parecidos.

Por exemplo, um grupo de professores pode pesquisar web sites sobre um determinado assunto e atribuir marcadores ao conteúdo encontrado. Essas tags classificam o conteúdo e podem ser acessadas por outros professores e até pelos seus alunos. Isso é marcação social, todos podem aproveitar a classificação que você realizou, assim como você pode pesquisar o conteúdo marcado por outras pessoas.

Você nunca utilizou esse tipo de recurso? Quem sabe agora, que o funcionamento dele foi explicado, não seja um incentivo a mais? Agora é só começar!

Fonte: http://www.colaborativo.org/blog/2007/08/08/marcadores-sociais-como-eles-funcionam/

Um comentário:

Fátima Campilho disse...

Legal, Robson!

Queria mesmo é ter tempo para aprender toda esta parafernália da Web 2.0 e fazer o que mais gosto, ou seja, ler literatura. Preciso rever tudo porque acho que perco até tempo demais com tudo isto.
Quem sabe quando eu me aposentar!
Outro dia me perguntaram na escola o que era Web 2.0.
Nestas horas, acho que fui além da maioria, mas quando me deparo com com posts como os seus!
Abraços