2 de dez de 2008

Diretor defende brincadeira coletiva na exposição de 'Rebobine, Por Favor'

Por Victor Bianchin, colaborador do Yahoo! Brasil

Para diretor francês, a graça da mostra é poder se divertir em grupo, e não fazer cinema amador

Os fãs do diretor francês Michel Gondry finalmente podem comemorar: o filme "Rebobine, Por Favor", que entrou em cartaz em fevereiro nos EUA e já até foi lançado em DVD por lá, finalmente estreará nas salas do Brasil a partir do dia 12 de dezembro, trazido pela distribuidora Europa Filmes.

A demora tem motivo: o filme acompanha a estréia de "Rebobine, Por Favor - A Exposição", mostra que será aberta nesta terça-feira (2) no MIS (Museu da Imagem e do Som) em São Paulo e que traz treze cenários a partir dos quais os visitantes poderão encenar seus próprios filmes.

Funciona assim: o visitante se cadastra, junto a um grupo de amigos, pelo site da exposição. Depois, comparece no dia e hora marcados e passa por um workshop, no qual são definidos o nome do vídeo, o roteiro e as funções de cada membro do grupo. Em seguida, começa a gravação em si, e o vídeo final, com até 20 minutos de duração, fica disponível na locadora do evento para os visitantes da exposição assistirem.

"Essa atividade não tem o objetivo de fazer arte e nem de ensinar técnicas de filmagem pra quem quer emprego na área", resume Gondry, que concedeu entrevista coletiva na última sexta-feira (28/11) para falar sobre a exposição. "É uma chance de mostrar às pessoas a diversão de filmar cenas em grupo", explica ele. "Nessa atividade, nós tiramos os obstáculos que impedem as pessoas de fazer filmes e deixamos que elas façam o que queiram".

O diretor explica que imaginou o conceito original há mais de duas décadas, ao observar alguns cinemas menores de Paris esvaziados por causa da concorrência com as salas maiores e seus filmes blockbuster. A idéia que ele tinha era de improvisar uma dessas salas como estúdio e dar câmeras nas mãos das pessoas para que elas gravassem seus próprios filmes, do jeito que quisessem. Após anos com a idéia colocada de lado, Gondry viu em seu novo filme uma oportunidade transformá-la em realidade - a exposição foi realizada pela primeira vez no começo deste ano, na galeria Deitch Projects, em Nova York.

Curiosamente, Gondry diz não ser um defensor do YouTube e da moda de filmes caseiros. Ele acredita que, fazendo seus vídeos trancadas no quarto, as pessoas podem se distanciar da parte física da produção. "Juntar as pessoas num mesmo espaço estimula a participação, tira elas de suas casas", afirma o diretor. "Quando chamei meu filho para morar comigo, disse a ele que não teria videogame, e depois também tirei a TV. Isso nos ajudou a ficar mais criativos. É importante controlar o que você vê, ou você será controlado por isso", sentencia o diretor.

Rebobine, Por Favor - A Exposição

Onde: Museu da Imagem e do Som (MIS); Avenida Europa, 158, São Paulo
Quando: de 2 de dezembro de 2008 a 11 de janeiro de 2009
Preço: gratuito (é preciso se cadastrar previamente pela internet para participar dos workshops e gravar o vídeo)
Horário: de terça a sábado das 12h às 21h; domingos e feriados das 11h às 20h
Contato: (11) 2117-4777, contato@cinnamon.com.br
Site: www.rebobineporfavorexposicao.com.br

Fonte: http://br.noticias.yahoo.com/s/01122008/48/entretenimento-michel-gondry-defende-brincadeira-coletiva.html

Nenhum comentário: