6 de out de 2007

Um novo ciclo

Olá Amigos

O artigo do Luiz Carlos de Menezes é fantástico , pois coloca em xeque toda uma estrutura já ultrapassada na educação brasileira. Profissionais mais novos precisam de contato com profissionais mais experientes, mas a relação é muito mais gratificante para o profissional mais "velho".
A juventude e a vitalidade dos que estão chegando é contagiante, trás novos ares, estimula a competição, incentiva a buscar coisas mais novas e melhora a qualidade do ensino como um todo.
Algumas soluções são bem praticas e facilmente aplicáveis dentro da atual estrutura educacional, mas novas idéias são sempre bem vindas, como o projeto que prevê um estagio realmente eficiente.
Mas o texto cita "Acompanho o trabalho magnífico feito na rede pública por professoras e professores e defendo que, por sua qualificação e dedicação, eles deveriam ser contratados como tutores na formação prática de novos colegas. No entanto, nessa lógica perversa, eles não são reconhecidos nem pagos por seu empenho ou excelência, já que são “funcionários públicos como os demais”. Assim, muitos dos que têm melhor qualificação cultural e técnico-pedagógica acabam atraídos pelas escolas particulares."
Melhorar a educação passa primeiro pela formação do "profissional de educação" onde ele possa ser reconhecido, valorizado e enfim amado pelo seu papel de vital importância no desenvolvimento desta grandiosa nação, apesar dos políticos que nela habitam.

Abraços

Equipe NTE Itaperuna

Nenhum comentário: