24 de out de 2007

Ensine flexibilidade

Júlio Clebsch

Flexibilidade é a capacidade de se adaptar para lidar com mudanças rápidas no ambiente e nos processos. Nunca essa capacidade foi tão importante como agora. A palavra de ordem parece ser a velocidade. Meses atrás, o dólar subia e descia vinte centavos de real em um dia. Companhias de equipamentos eletrônicos já colocaram no mercado um substituto para o DVD. Saudade da vitrola que passava de uma geração para outra? Pois é.

Para desenvolver essa flexibilidade, é necessário se informar. Ler muito, estar atento à situação do mundo. Com o tempo, seus alunos desenvolverão um senso crítico e separarão quais notícias são tendências e fatos reais que merecem atenção, e quais são fruto de pura especulação ou sensacionalismo. E há outros fatores para serem passados para sua turma.

Como lecionar para seus alunos:

— Leve notícias de jornal, comente-as em sala de aula, peça a opinião de cada um sobre o assunto. Faça com que eles acompanhem o desenrolar daquele acontecimento, e que levem à escola notícias que mostrem o andamento e conclusão daquele caso.

— Ensine-os a planejar. O planejamento funciona como um mapa. Se, por um acaso, o caminho que você estava seguindo não puder mais ser utilizado, o mapa o ajuda a encontrar alternativas, rápido, e a continuar seguindo em direção à sua meta. As pessoas que não planejam apenas reagem aos acontecimentos, e acabam o ano muitas vezes pior do que começaram. Pergunte a seus alunos se eles preferem que suas carreiras tenham uma direção certa ou que sigam no ritmo da tentativa e erro? Diga a eles aonde você quer chegar com a matéria no final do ano, que passos você irá dar com a turma. Faça com que cada um monte seu próprio roteiro de estudo, com as horas dedicadas à matéria, fontes de pesquisa extra, etc.

Faça com que busquem novas alternativas. Em suas carreiras, eles vão precisar combinar antigas soluções com novas idéias, criar outras formas de se trabalhar. Em sala de aula, abuse das histórias e contos, pergunte o que eles fariam naquela situação. Distribua problemas que desafiem a lógica, faça com que os alunos trabalhem em grupos diferentes, dificultando a formação de panelinhas e mostrando-lhes outras formas de pensar.

Fonte: http://www.profissaomestre.com.br/php/verMateria.php?cod=1762

Nenhum comentário: